TOP

Desabafo do CEO

…. Sabe o que é “bonito” sobre o Corona Vírus? Nada.

Vale um desabafo, como empreendedor e um “menino da nova geração”. Mesmo jovem já aprendi que qualquer situação de desconforto pode nos fazer amadurecer, em especial, socialmente.

1. Senso de Igualdade:
Quem aqui já foi pobre, tem um parente bem carente ou amigos que não possuem recursos vastos? Pois é galera, esse pessoal já sofre demais com o SUS, todos os dias. Essa galera é a base da nossa sociedade, quem faz a roda girar, e enquanto só eles viviam diariamente a ineficiência do sistema de saúde nós só assistíamos e desligávamos a TV com uma hipocrisia danada (a maioria) “que horrível”. Agora, é para todos. Rico ou pobre, todos são iguais. Ou entendemos isso ou qualquer crise social não passa rápido. Quando foi a última vez que você pediu por favor ao garçom, obrigado ao manobrista e bom dia ao porteiro? Então, essa dor que alguns sentem hoje era o dia-a-dia de muitos outros, espero que todos sentindo na pele o quão horrível é não ter saída para uma solução rápida, a dor e o medo constante (mesmo que temporário) tenhamos uma lição para nos sensibilizarmos sobre a situação do próximo, no mínimo, com um manifesto de respeito, educação e zelo. O lugar do outro é sempre o mais difícil de se colocar, e, no início e fim do dia, somos todos iguais. No matter the race, financial conditions or any other aspect (intellect, fame, talent or whatever). Que definitivamente o padrão e o sistema de saúde geral seja adaptado para abrigar e tratar qualquer ser humano de maneira descente e menos desigual. Que os governos aprendam que isso é essencial, que todos reconheçam isso por lembrar sempre que somos todos iguais e sócios (so-ci-e-da-de). Assim espero, assim precisamos.

2. Senso de responsabilidade:
Quantos davam risada, “a greta é uma criança playboy”, “esses meninos achando que podem mudar o mundo falando de clima e oceano poluído” e etc… Pois é, enquanto os jovens intelectuais dos países mais desenvolvidos traziam a luz uma nova geração preocupada com os reflexos das atitudes que teriam que sustentar daqueles que comandam o mundo hoje e que não se importam em estrangular os recursos naturais do nosso planeta e tão pouco medem o prejuízo ambiental da proporção de seu modelo consumista e hiper produtivo, a maioria da sociedade global novamente apenas assistia e julgava “tenho problemas maiores para resolver, isso é coisa de criança e etc”. Mas outra catástrofe aconteceu, uma pandemia, e vejam só: MADE IN CHINA, o país com menor custo produtivo do mundo, base para suportar o excesso e descontrole do padrão de consumo desorganizado das pessoas. E sabe o que aqueles meninos e meninas pregavam? Responsabilidade, organização e consciência. Seja em uma crise como esta (recessão) ou em uma crise por crescimento exponencial, sem organização e consciência a dor fica muito maior e os efeitos negativos com impactos gigantescamente desproporcionais aos necessários. Me lembro de quantas vezes, quando eu explicava que a HomeRefill (modelo de compras de itens essenciais pautado em reposição e não impulso) era sustentável, precisava discutir com experts de sustentabilidade me questionando se “então é tudo reciclável?”. É bizarro e difícil de explicar que um modelo inteligente de distribuição é inevitável para manter e abrigar o ritmo de crescimento global de maneira sustentável (possível), que a demanda essencial deve ser transformada em um modelo planejado e previsível pois o modelo atual é insustentável, ele estupra o meio ambiente e causa danos que podem ser irreparáveis com seu excesso de desperdícios em todos os sentidos visando apenas incentivar e atender sentimentos egoístas de “quero agora” combinando o impulso com o descontrole de não saber o que é necessário de fato. Pois bem, na crise a verdade é a mesma, sem organização e previsibilidade ela fica muito pior. Me orgulho de saber que se todos tivessem um refill (controlassem o que é essencial por reposição e não impulso) o mundo passaria por esta fase com impactos muito menores. Quer a prova? Quais são as orientações para não espalhar o vírus? Qual a forma de garantir o abastecimento para todos? Organização. Quem sai, sai porque e de quanto em quanto tempo. Quais produtos, para quantas pessoas e de quanto em quanto tempo. Ninguém quer ficar sem lavar as mãos, mas ninguém sabe quantos sabonetes precisa por dia/semana/mês, enquanto não souberem, uma hora o mundo vai sofrer muito para todos continuarem lavando as mãos pelo crescimento descontrolado ou quando uma crise acontecer vai ser difícil garantir que todos lavem as mãos sem causar prejuízos a saúde por falta de organização.

Espero que entendam: Papel higiênico, sabonete, limpeza, alimentação básica, isso é igual á agua e energia, sem organização é insustentável.

Comentários (5)

  • Antonio Guedes

    Adorei seu texto. Estava falando exatamente isso hoje pela manhã.

    reply
  • Amauri rota

    Organize tudo com a home refil ….simples , rápido e prático. …nao pega fila ,não tem stress e ainda não precisa ficar procurando vaga em estacionamento de mercado

    reply
  • Dones Almeida

    Show Guilherme!

    Foi está visão que tentei passar quando chamei aquele moleque de “play boy fdp”!

    Eu sempre soube que perante o Criador todos somos iguais e nunca deixei ninguém pisar em mim por mais que fosse tão rico, pois no fim tudo iguala!

    Forte abraço e sucesso!

    reply
  • Kim Lima

    Perfeito!
    O mundo não precisa de novas políticas e sistemas de governo para sobreviver, o mundo precisa de consciência…

    reply
  • Luiza

    Parabens!!!todos nos somos iguais e temos q nos conscietizar na importancia do poupar.

    reply

Publicar um comentário